sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Review: Max Payne 3

Disponível para PlayStation 3 (versão analisada), Xbox 360 e PC.

"Eu vim devolver o seu sorriso, favela
Leve e solta pra cantar
Nunca esquecer como sua paz é bela
Dá força pra continuar"

Posing like Duke Nukem 3D.
Na minha vida gamer, já presenciei diversas coincidências que se repetiram não só uma, como várias vezes, ao ponto de se tornarem um tipo de superstições pra mim. Um exemplo são vários jogos dos quais não gosto serem da EA Games. Não tenho absolutamente nada contra a empresa, mas por coincidência, vários de seus jogos são títulos que simplesmente detesto (Brutal Legend, Batman Begins, Deathspank, Brutal Legend, alguns Need For Speed, FIFA, Brutal Legend, Battlefield, Brutal Legend...). Outro acontecimento que já me treme as canelas quando ocorre, é que quando eu sofro demais para baixar um jogo, quando dá trabalho pra eu consegui-lo, na hora de jogar acabo não gostando do mesmo, nem jogando ou deixando de lado (alguns exemplos são falta de seeds nos torrents, instalação complicada, download por partes ficar caindo ou tornar-se lento, não encontrar o jogo em site nenhum, etc). Foi assim com Dead Space 1, MotorStorm, Need For Speed Hot Pursuit, Far Cry 3, Call of Duty MW3 e por aí vai. Como eu disse, são fatos que se repetem comigo e sempre terminam na mesma conclusão, e já aconteceram tantas vezes que eu já levei pro lado da superstição mesmo, nem é mais coincidência.

A ideia de jogar Max Payne 3 veio lá em 2012 ainda, logo quando o jogo saiu. Sofri pra encontrar um torrent decente da versão de PS3 e, quando finalmente consegui baixar os 14 GB do jogo (na época eu ainda tinha aquela conexão porca que baixava a 60 KB/s por segundo) o jogo não tinha legendas em português, como todo mundo comentava. Mas beleza, jogo em inglês, tranquilo. O problema é que o jogo tem bastante cutscenes que não podem ser puladas, e encará-las em inglês, bem, vocês me conhecessem. Deu que excluí o jogo.

Tempos depois, já em 2013, no dia da manifestação política que teve aqui em Maravilha (ali na época do Gigante Acordou e tal), após a passeata eu e uns amigos combinamos de fazer uma das nossas tradicionais jantas gamers aqui em casa dali um mês, e pegar um game pra zerar. Comentaram do Max Payne 3, e nisso tive a ideia de baixar novamente o jogo. Tinha lido alguma coisa que somente as versões mais recentes de firmware (e desbloqueio) do PS3 suportam o idioma PT-BR nos jogos, e como na outra vez eu tinha o desbloqueio 3.55 era óbvio que as legendas não iam funcionar. Agora que eu tinha um desbloqueio mais recente, elas seriam reconhecidas e o game funcionaria certinho. Acabou por ficar combinado de Max Payne 3 ser o jogo da janta que estaria por vir. Os amigos até ajudaram a baixar o jogo. Chegou o dia, e a ideia não deu certo. O jogo permaneceu em inglês. Ninguém tinha saco pra ver aquelas cutscenes, então mudamos de jogo. Excluí de novo.

Um tempo se passou, chegamos em 2014, e eu acabei, não sei como, me deparando com o game de novo. Descobri, também não sei como, que a versão de PC tem um update que deixa o jogo todo legendado em português. Dessa vez eu fiquei muito empolgado pra jogar o game, pois havia testado um pouco do Max Payne 1 de PC que um amigo meu me passou no final do ano anterior, e havia gostado muito. Feito isso, baixei Max Payne 3 pra PC, baixei o update, fiz o demônio pra instalar o jogo e fazê-lo rodar (não é só abrir com o DAEMON Tools e mandar ver, tem todo um lance de substituir arquivos de pastas, desligar o Wi-Fi/cabo de rede quando for jogar, etc.), comprei o controle de Xbox 360 pra Windows (porque eu sabia que ia acabar largando o jogo se tivesse que jogar no teclado, assim como fiz com o primeiro) e comecei a jogar. E espantosamente, fugindo totalmente da regra, eu simplesmente adorei o jogo. Fiz meu notebook dar umas boas esquentadas pra conseguir rodar o jogo no Alto, meio lagado, mas fui até o fim e terminei o jogo ali mesmo.

Agora, descobri que o tal update que contém a tradução saiu sim pros consoles, um pouco depois do lançamento do jogo. Ou seja, dava pra ter jogado traduzido lá na janta. Precisava era do update, não tinha nada a ver com minha versão de firmware. Se não é de se dar um tiro? Enfim, baixei o game pro PS3 pra poder jogar sem lag (os gráficos no Alto no notebook custaram uns FPS do gameplay). Estou rejogando o título à fim de ver o seu outro final, pois o game tem dois finais. E não só por isso, mas porque Max Payne 3 é bom demais de jogar, sem dúvida um dos melhores games que joguei na vida.