quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Street Fighter Alpha Anthology (PS2)



     Bem, para começar a nossa série de reviews de games de PlayStation 2, trago esta coletânea de uma das séries de maior prestígio nos arcades: Street Fighter Alpha. Para quem não conhece, Alpha é uma subsérie de Street Fighter. Ela tem como principal característica os gráficos e sprites em estilo anime (desenho japonês). A série é composta por quatro jogos: Street Fighter Alpha: Warriors' Dreams, Street Fighter Alpha 2, Street Fighter Alpha 2 Gold (no Japão conhecido como Zero 2 Alpha) e Street Fighter Alpha 3. Todos os games foram lançados para arcades e PlayStation 1 (o Alpha 2 também saiu pra Super Nintendo), e agora, foram reunidos nesta maravilhosa coletânea do PS2 que eu tive a sorte de baixar e gravar e ver funcionar e jogar e o escambau. Vamos ao review:

O JOGO
     Todos os games inclusos na coletânea estão exatamente iguais às versões originais, nada de personagens novos, gráficos espantosamente melhorados nem nada, afinal, se isso fosse feito não nos sentiríamos jogando os games verdadeiros, e sim remakes mal editados. Ao contrário, os jogos estão totalmente originais, e mais fiéis às versões dos fliperamas do que às versões caseiras lançadas pro PS1. Aqui você realmente se sente jogando no arcade, só que na tela da sua TV!
     As pessoas pensam que os loadings do PS2 são lentos, mas não: eles são mais rápidos que os do PS1 e, dependendo do jogo, demoram um ou dois segundos a mais. Em Street Fighter Alpha Anthology, eles não demoram nada: ao selecionar o jogo, em menos de 10 segundos o loading é concluído e você tem um Street Alpha funfando que é uma maravilha.
     Apesar dos jogos estarem com sua originalidade preservada, como vimos no segundo parágrafo, eles ganharam uma novidade: novos modos de jogo! Todos os games inclusos têm os mesmos modos de jogo, que são:
Arcade: O modo clássico de lutar contra 8 lutadores para fechar o game.
Versus: Modo multiplayer para dois jogadores lutarem entre si.
Survival: Neste modo você deve enfrentar, em batalhas de apenas 1 round, um número infinito de lutadores. Este modo não pode ser fechado, ele consiste em tentar vencer o maior número possível de batalhas. Aqui você não pode perder sequer 1 round, perdendo é game over e seu recorde é gravado em uma lista.
Dramatic Battle: Modo semelhante ao Arcade, mas aqui você tem a ajuda de um segundo lutador (que pode ser humano ou controlado pela CPU), contra um único adversário. Apesar de serem dois contra um, o life de vocês é o mesmo, então, os danos que um tomar, ambos sofrerão. Isso deixa o jogo um pouco mais difícil.
Training: Modo de treino, apenas para aprender melhor os golpes.
Options: Onde se faz os tradicionais ajustes, como dificuldade, vibração ligada/desligada do controle, etc. São as mesmas opções para todos os jogos, mas os ajustes são individuais (por exemplo, se você alterar a dificuldade em um jogo, ela ficará naquele nível só naquele jogo, sem ser alterada nos demais).
     Além dos quatro Street Fighter Alpha, a coletânea também conta com um jogo bônus: Super Gem Fighter Mini Mix. Nele, o jogo é voltado mais para o humor. Os personagens fazem caretas engraçadas durante as lutas, poses loucas demais. Além de seus próprios corpos que possui a cabeça quase maior que o corpo. Gem Fighter não conta com todos os modos de jogo dos outros, somente o Arcade, Versus e Training. Em Gem Fighter, cada personagem faz uma pequena animação ao ser selecionado. Zangief por exemplo, balança seus mamilos, enquanto Dan chora o tempo todo. Cada um com sua animação. Os cenários também são bastante humorísticos, em uma fase de neve pode-se notar M. Bison esquiando ao fundo da tela, e Sodom dentro de uma caverna aquecendo-se perto de uma fogueira. Tudo na maior zorra! Ainda vale ressaltar que Gem possui dois personagens secretos: Dan e Akuma. Apesar de serem secretos, não é preciso destravá-los. Eles simplesmente são invisíveis no menu, mas basta colocar o cursor sobre os espaços vazios na tela para fazê-los aparecer e assim poder selecioná-los.
     Não há muito do que se dizer à respeito de Street Fighter Alpha Anthology. É uma ótima coletânea, e isso não se pode negar!


THE END
Prós: Qualidade dos originais mantida; Cinco opções de jogos, quatro originais e um feito especialmente para a coletânea; Diversão garantida, é um dos melhores games para se jogar multiplayer no PlayStation 2.
Contras: Movimentação. Não é muito legal movimentar-se com o analógico (afinal é um jogo de luta onde os personagens só se movem para frente e para trás), e movimentar-se com os botões direcionais também não é lá essas coisas, pois os botões direcionais do PlayStation 2 são às vezes duros, às vezes flochos demais.
Considerações finais: Diversão garantida em um dos melhores games de luta do Play 2!

4 comentários:

  1. Eu tenho o Street Fighter 3 - Third Strike, e nele dá pra se mover tanto com o direcional como o analogico.

    ResponderExcluir
  2. Nesse também dá pra se movimentar com ambos, mas me referi que os botões direcionais não são muito agradáveis e o analógico menos ainda. Vou mudar o texto pro caso de outras pessoas também terem entendido errado.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Como habilitar Street Fighter Alpha 3 Upper no menu principal
    Termine o Street Fighter Alpha 3 com qualquer personagem. Aparecerá uma mensagem dizendo que um novo jogo foi destravado. Salve e saia do jogo. No menu principal (não vai estar estampado lá o Street Fighter Alpha 3 Upper), coloque o cursor em Street Fighter Alpha 3, segure Select e selecione-o. Você estará jogando Street Fighter Alpha 3 Upper!
    Diferenças entre Street Fighter Alpha 3 e Street Fighter Alpha 3 Upper
    Todos os personagens que são secretos na versão Arcade agora são jogáveis e a eles se juntam Guile, Dee Jay, T. Hawk, Fei-Long, Evil Ryu e Shin Akuma. E ainda vem com os modos Saikyo, Mazi e Classic habilitados.

    ResponderExcluir

O Point Games Brasil é um lugar para troca de ideias! Eu dou as minhas por meio dos posts, e você, por meio dos comentários. Sua opinião é muito importante, mas tenha maturidade e responsabilidade para expressá-la. Comentários maldosos, com mimimi ou xingando todo mundo não serão permitidos, portanto não seja um troll. Faça sua parte para manter a internet um lugar saudável a todos. Promova discussões e debates, critique, elogie, opine! Mas sempre com educação e respeito.