segunda-feira, 28 de junho de 2010

Donkey Kong Country (SNES)


     E aqui estou eu fazendo mais um review! Donkey Kong Country é um dos melhores games de plataforma do SNES, com toda certeza. E hoje, ele terá seu espaço aqui no Point Games Brasil. Ready? Go!

O JOGO
     Donkey Kong Country é um game de plataforma desenvolvido para o glorioso Super Nintendo Entertainment System! No game, você assumirá o comando de Donkey Kong, o macacão mais tchan dos videogames, e de Diddy, seu sobrinho. Juntos, eles lutarão contra os piratas Kremlings, liderados por King K. Rool, para recuperar as bananas que os piratas lhes roubaram. Uma história simples, que dá origem a um jogo espetacular!
     O que predomina em Donkey Kong Country é a sua temática selvagem. Country traz músicas e cenários perfeitamente sincronizados uns com os outros, cada cenário muito bem construído e cada música excepcionalmente adaptada ao mesmo. Isso sem falar que os gráficos possuem um certo tom de 3D, temperando ainda mais o game. Você se aventurará por 6 mundos cheios de piratas a serem eliminados, e com a ajuda de barris, muitos barris, a penca de bananas será resgatada!
     O jogo se baseia em correr e pular, onde você deve realizar uma simples missão: chegar ao fim da fase. Missão que se torna não tão simples conforme o avanço no jogo. É possível comandar Donkey Kong e Diddy Kong, sendo que ambos possuem as mesmas habilidades mas com pequenas diferenças: Diddy é um pouco mais ágil, Donkey é mais pesado. Diddy não elimina certos inimigos, apenas lhes faz cócegas, já Donkey elimina todos. Você comanda apenas um dos macacos por vez, enquanto que o outro te segue. Com o botão A ou Select, você pode trocar de macaco. E se o seu macaco for atingido e morrer, você assumira o comando do outro macaco. E é essa a principal mecânica do jogo: sempre estar em posse dos dois macacos, pois se um deles morrer, você poderá jogar com o outro. E isso fica ainda mais divertido no modo multiplayer, onde cada um assume o comando de um dos personagens.
     Quando um macaco morre, você pode "repor" ele encontrando um barril com as letras "DK". Basta atingir esse barril e você terá o macaco de volta. Ambos os macacos podem eliminar os inimigos da mesma forma: com o pulo à la Mario World, em que você pula no inimigo (ah vá!) ou com a cambalhota, em que você vai na direção do inimigo e aperta Y para usar uma cambalhota que o destrói. Lembre-se que Diddy Kong não é tão forte quanto Donkey e por isso, alguns de seus golpes não matam os inimigos. Os pulos dele, por exemplo, só irritam alguns inimigos, sem matá-los. E as cambalhotas, muitas vezes, podem até matar o Diddy, se usadas em inimigos fortes demais. Com Donkey Kong, você pode eliminar qualquer inimigo com qualquer ataque. Mas com Diddy é melhor ficar antenado, e tentar não atacar os inimigos mais "brutamontes", para evitar que o macaquinho sobrinho de Donkey seja "brutamonteado".
     Mas o grande atrativo do game são as montarias. Durante o jogo você encontra caixas que, quando quebradas, liberam um animal que pode ser usado como montaria. Cada animal possui suas características próprias: o Rinoceronte pode chifrar os inimigos e quebrar algumas paredes, o avestruz permite correr mais rápido e evitar que os inimigos te atinjam, o peixe espada, que é sua montaria submarina, pode espetar os inimigos aquáticos, o sapo faz com que focê pule mais alto, entre outros.
     Além das montarias, outro quesito marcante do jogo são os barris. Existem barris por todo o lado e com as mais diversas funcionalidades. Há barris que servem de arma e podem ser arremessados nos inimigos, barris que servem de propulsor, barris de checkpoint, os já citados barris DK que servem para resgatar o kong anteriormente eliminado, etc. Com certeza, os barris são a marca registrada de Donkey Kong Country e também de toda série DK.


HABILIDADES
Pulo: Com o botão B, os kongs podem pular. Essa habilidade pode ser usada para eliminar inimigos. O pulo de Diddy é levemente mais alto que o de Donkey.
Cambalhota: É o principal ataque dos kongs. Há inimigos, como os jacarés saltitantes, que são meio difíceis de acertar com o pulo (e tentar fazer isso pode ser perigoso). Por isso existe a cambalhota, que serve para arrasar os inimigos mais complicados. Lembrando que a cambalhota do Donkey é mais forte que a do Diddy e pode eliminar inimigos que a cambalhota do Diddy não destrói. Dica: Você pode usar a cambalhota do alto de uma ladeira, e o kong irá descer toda a ladeira rodando com a cambalhota!
Troca de personagem: Apertando A ou Select, você pode alternar entre Donkey Kong e Diddy Kong, no caso de você estar com os dois.
Apanhar e lançar objeto: Aproxime-se de um barril ou algum outro objeto arremessável e aperte Y para apanhá-lo. Depois, para lançá-lo, basta soltar o botão Y. Lembre-se de que Donkey Arremesa o objeto, enquanto Diddy o joga rolando.
Bater no chão (exclusivo do Donkey): Enquanto estiver no comando de Donkey Kong, você pode derrubar os chachos de bananas que ficam grudados nas árvores. Basta apertar Baixo+Y para que Donkey dê fortes batidas no chão e faça os cachos de bananas das árvores caírem, podendo assim serem coletados.


ITENS
Bananas: São como que as moedas do jogo. A cada 100, você ganha 1 vida extra. É possível encontrar bananas sozinhas ou em cachos. Os cachos valem 5 bananas.
Balões vermelhos: Dão 1 vida extra.
Letras da palavra KONG: Todas as fases possuem essas quatro letras espalhadas por si. Coletando todas, você ganha 1 vida extra.
Caixas: Existem várias caixas, cada uma possui o rosto de um animal desenhado. Quebrando a caixa, este mesmo animal é liberado e você pode usá-lo como montaria.
Estatuetas dos animais: Além dos animais que servem de montaria, você também encontra pelas fases estátuas douradas desses mesmos animais. A cada três delas (só é possível encontrar uma por fase e nem todas as fases tem) você vai para um minigame onde você comanda nem Donkey nem Diddy, mas o animal em si, sem nenhum dos kongs montado nele! Nesses minigames, o objetivo é apenas coletar outras estátuas, o maior número possível, para que no final seja feita a contagem, e cada 100 lhe darão 1 vida extra.


FASES ESPECIAIS
     No decorer dos mundos, o jogador encontrará algumas fases que não são exatamente fases, mas sim fases especiais, onde é possível executar algumas façanhas. Cada uma dessas fases epseciais possui um outro kong que não é nem Donkey nem Diddy. Veja abaixo uma descrição de cada um dos três tipos de fases especiais:
Cranky Kong: Você pensa que o Donkey Kong que era inimigo de Mario nos arcades é o mesmo macaco de Donkey Kong Country? Claaaaro que não! O Antigo adversário de Mario é Cranky Kong, um macaco ancião que dá conselhos ao jogador quando este acessa alguma de suas fases!
Funky Kong: Um macaco surfista, sua função é te transportar para mundos que você já concluiu (quando você quiser).
Candy Kong: A macaca por quem Donkey Kong é apaixonado. Você acessa as fases dela para salvar seu progresso no jogo.


THE END
Prós: Ótimos gráficos, trilha sonora digna de cinema, personagens com movimentos não tão complexos mas também não tão simples, fases bem construídas.
Contras: Chefes um pouco fáceis. A música tema do jogo (a da primeira fase) demora um pouco pra "começar", pra entrar no ritmo. Nem todos os mundos possuem uma temática fixa, algumas fases de um mundo e de outro usam o mesmo background.
Considerações finais: Clássicásso do Super Nintendo, sem dúvida o jogo que todo SNESmaniáco preza, um verdadeiro marco na história dos videogames!

4 comentários:

  1. Ah, mais uma de minhas paixões! DKC APAVOOOOORAAAAA! Também to loko pra jogar DKC RETURNS que vai sair pra Wii em breve.

    Eu tinha uma file no emulador aqui, tava com uns 80% do jogo, numa parte simplismente impossível. Eis que, do nada, todos os meus saves de SNES somem, e vários dos outros emuladores aqui, sem falar que em alguns, o jogo se bugou todo. Ah, que merd@, quando eu tiver paciência de novo volto lá com meu macacão!! XD

    ResponderExcluir
  2. Sabe LLL, acho que seus saves se auto apagam porque são PC tem vírus. Não tem outra explicação. O Snes9x/ZSNES podem até bugar nas ROMs, mas não na PASTA DO EMULADOR. Acho que seu PC tem vírus que apagam seus arquivos. E acho que os vírus vêm daqueles sites de relacionamento que você frequenta.

    ResponderExcluir
  3. Esses bugs e "dessaves" aconteceram a alguns anos... tipo 1 ano, 2 anos.... hehe
    E só conheci o site lá (www.omegle.com) a 3 semanas.... uahsuahsuhasuhaushuashuahsuahsas

    Mas é verdade que meu PC tem vários vírus aqui, mas nunca deu problema nenhum com nada, e os bugs foram SOEMENTE nessas coisas de emuladores. Só se algum hacker entrou e deletou tudo de sacanagem, mas o que levaria alguém a fazer isso? E de qualquer forma, porque não hackear um banco e roubar dinheiro mas sim deletar saves de um gamer???? Viajei..... kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito da recomendação do game, e também sou fã de Donkey Kong. Já zerei esse primeiro, agora falta o 2 e o 3 que eu já cheguei pertinho do final. To jogando recentemente pela inetrnet, pois agora nem tenho mais meu precioso Nintendo, rsrsrs. Mas esse jogo é um clássico mesmo. Eu até fiz uma crítica recentemente dele em meu blog. Se quiser dar uma olhada é só acessar http://pensamentosdojoshua.blogspot.com/2012/01/falando-de-games-donkey-kong-country.html

    Abraços,
    Joshua - Blog Pensamentos do Joshua - pensamentosdojoshua.blogspot.com

    ResponderExcluir

O Point Games Brasil é um lugar para troca de ideias! Eu dou as minhas por meio dos posts, e você, por meio dos comentários. Sua opinião é muito importante, mas tenha maturidade e responsabilidade para expressá-la. Comentários maldosos, com mimimi ou xingando todo mundo não serão permitidos, portanto não seja um troll. Faça sua parte para manter a internet um lugar saudável a todos. Promova discussões e debates, critique, elogie, opine! Mas sempre com educação e respeito.