segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

TMNT: Tournament Fighters (NES / SNES / MD)


     Certamente quem curte as tartarugas ninja já jogou (ou não) uma das versões desse ótimo game. TMNT: Tournament Fighters é um jogo não de Beat n' Up, como os demais da série. Ele é um jogo de luta, no estilo Street Fighter, em que você tem que debulhar todo mundo (ou todo o universo) para fechar o game.
     Nesse post especial, farei os mini-reviews das três versões do game: a de Nintendo 8-bits, a de Super Nintendo e a de Mega Drive.

Versão de Nintendo 8-bits

      A versão do NES foi a primeira que conheci, através do Polystation de um amigo. Ela conta com 7 personagens jogáveis: Leonardo, Raphael, Mikelangelo, Donatello, Casey Jones, Hothead (um dos monstros do Shredder) e ninguém mais ninguém menos que o próprio Shredder. Os personagens possuem os golpes meio parecidos uns com os outros, porém, cada personagem possui um golpe especial que os outros não são capazes de executar.
     O game conta também com quatro arenas para lutar: Water Front (um porto próximo ao mar onde fica a Estátua da Liberdade), Down Town (um bairro dentro de uma cidade), Pirate Ship (uma espécie de bar dentro de um navio) e Sewer (o esgoto onde moram as tartarugas).
     Os modos de jogo desta versão são: Story (várias lutas em uma sequência de acordo com a história; Só é possível comandar as tartarugas), Vs Player (modo multiplayer onde os dois jogadores humanos lutam um contra o outro) Vs CPU (modo de lutas rápidas, onde você escolhe o personagem que vai comandar, o oponente, o cenário e então parte para a briga), Tournament (onde você forma um campeonato de lutas entre as quatro tartarugas) e Options (onde você faz os tradicionais ajustes).
Prós: Jogabilidade, gráficos e músicas. Um dos melhores de luta do NES.
Contras: Baixa variedade de cenários.

Versão de Super Nintendo

     Já a versão de Super Nintendo é um pouco melhorzinha. Ela possui mais personagens jogáveis, um total de 10 personagens: Leonardo, Raphael, Donatello, Mikelangelo, Armaggon (um tubarão mutante), Wingnut (um morcego humanóide), Chrome Dome (uma cópia metálica do Shredder), Aska (uma lutadora humana), War (um monstro com forma de dinossauro) e Shredder. Cada personagem possui golpes muito distintos uns dos outros, nunca passando ao jogador aquela sensação de estar jogando com o mesmo personagem.
     As arenas do jogo são: Cafeteria (o nome já diz o que é), Back Alley (um bairro no subúrbio da cidade), Sky Palace (o terraço de um prédio), Pirate Ship (um navio todo destruído e cheio de água dentro, com um polvo gigante ao fundo), MT. Olympus (um cenário cheio de monumentos históricos), Scrapyard (um ferro velho de carros), Thunder Dome (uma arena em pleno show de Rock n' Roll), Metal Works (uma fábrica de metal), Art Museum (um museu de arte) e Noh-Stage (um cenário oriental com um parente do Gama Bunta ao fundo).
     Os modos de jogo são: Tournament (um modo arcade onde você escolhe um personagem e detona com todos os outros), Vs Mode (o tradicional modo multiplayer), Story Battle (o modo de história do game, onde você enfrenta os outros personagens em uma sequência de acordo com a história), Watch (onde você escolhe dois personagens e assiste eles lutarem) e Options (onde fazemos os já conhecidos ajustes).
     Uma curiosidade é que esta versão, no Japão, é conhecida com TMNT: Mutant Warriors, e não Tournament Fighters. Detalhe: A fita que eu tenho diz Mutant Warriors em cima, mas o jogo é o TMNT 4: Turtles in Time.
Prós: Gráficos, variedade de cenários, personagens bem desenhados.
Contras: Jogabilidade lenta. Poderia ter mais semelhanças com o TMNT 4: Turtles in Time, como colocar chefes do jogo (TMNT 4) como personagens jogáveis aqui.

Versão de Mega Drive

     A versão de Mega Drive é totalmente estranha. Ao invés de viajar pelo mundo, viajamos pelo universo e travando lutas pelos planetas mais esquisitos que já vi.
     Ela conta com 8 personagens: Leonardo, Donatello, Raphael, Mikelangelo, Casey Jones, Ray (um monstro com asas), April e Sisyphus (monstro com aparência de inseto). Além destes, também há personagens não jogáveis, como os clones das tartarugas, que são os grande vilões do jogo.
     Cada uma das arenas do jogo é localizada em um planeta diferente, além da arena que fica na nave espacial das tartarugas (hã?). As arenas são: Futuristic City Planet, Ocean Planet, Jungle Planet, Bio Planet, Magma Ocean Planet, Ice Planet, Mirage Planet e Spaceship (a dita da nave).
     Os modos de jogo são: 1 Player, 2 Player, Tournament, Practice e Options.
     Essa versão é a mais difícil das três.
Prós: Deve ter algum.
Contras: Jogabilidade ruim, gráficos péssimos (mais parecem um NES em 16 bits), personagens nonsense, temática espacial que não tem nada a ver com as tartarugas, exploração exagerada dos personagens clones.

THE END
     E aí? Qual das versões você prefere? Já jogou alguma no console? Não deixe de comentar!

Um comentário:

  1. Dentre as 3 versãoes presentes eu joguei as duas do 16 bits mas a que curti mais foi a versão do snes por causa da sua jogabilidade.

    ResponderExcluir

O Point Games Brasil é um lugar para troca de ideias! Eu dou as minhas por meio dos posts, e você, por meio dos comentários. Sua opinião é muito importante, mas tenha maturidade e responsabilidade para expressá-la. Comentários maldosos, com mimimi ou xingando todo mundo não serão permitidos, portanto não seja um troll. Faça sua parte para manter a internet um lugar saudável a todos. Promova discussões e debates, critique, elogie, opine! Mas sempre com educação e respeito.