quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Adventure Island (NES)


     A Hudson Soft é muito conhecida por produzir a famosa série de jogos de estratégia Bomberman, porém, a empresa possui diversos outros títulos de grande qualidade. Entre eles está Adventure Island, um joguinho de aventura lançado para o Nintendinho, que pode lhe divertir ou irritar bastante, dependendo do como você joga. Vamos conferir a análise deste game!

O JOGO
     Adventure Island é um jogo bem simples, mas que pode agradar a qualquer um e prendê-lo na frente do NES (ou do PC, ou do Dingoo, tanto faz) por muito tempo. 
     No game, você comanda Meijin Takahashi, um homem das cavernas que vive em uma ilha cheia de perigos. Sem objetivo fixo, Meijin deve, apenas, explorar a ilha, coletar itens e ir avançando nas fases. Como já deu pra notar, o jogo é bem simples mesmo.
     A jogabilidade é simples e típica de um jogo de plataforma, ela consiste em correr e pular, e ao mesmo tempo matar os inimigos que aparecerem, e desviar deles quando necessário. Você não pode tocar em nada que não seja o chão: tocando em um inimigo, morre. Tocando em uma pedra ou obstáculo , é atirado para trás e perde estamina. Enfim, você não pode ser atingido por nada. Portanto, prática e habilidade são bastante necessários para progredir no game.
     Falando na estamina, ela é a característica principal do jogo. A estamina de Meijin é mostrada na parte superior da tela, em forma de risquinhos. A cada 2 ou três segundos, Meijin perde 1 risquinho de sua estamina, não importa se ele está andando, saltando, parado, não interessa. Ele está sempre perdendo estamina. Se perder todos os risquinhos de estamina, morre na hora. Por isso, você nunca pode ficar parado, deve estar sempre seguindo em frente para terminar a fase o mais rápido possível, antes que a estamina acabe. Mas não precisa correr que nem um desesperado, pois conforme você anda pela fase, algumas frutas vão aparecendo, e você pode coletá-las para recarregar parte da estamina.
     Só que a grande facada no peito de Adventure Island é a sua jogabilidade. As fases e desafios não são tão difíceis por sua natureza, mas tornam-se mais chatos de passar por causa da jogabilidade do game. Os movimentos de Meijin são escorregadios, ele escorrega muito facilmente (ainda mais em fases de gelo) e os pulos não são lá muito altos. Tudo exige precisão e muita, muita prática. Se você é daqueles jogadores bem hardcore mesmo, que joga e rejoga até pegar o jeito e os macetes, em algum tempo conseguirá se adaptar bem à jogabilidade e pegará rápido o jeito do game. Por outro lado, se você é daqueles que quer jogar e já saber tudo logo no começo, melhor passar longe de Adventure Island, pois sua mecânica de jogo exige treino e prática.

ITENS
     Os itens do jogo você pega quebrando ovos de dinossauro espalhados pelas fases. Basta passar pelo ovo e ele irá se quebrar, soltando um item de dentro. Excessão para as frutas (responsáveis por recarregar a estamina) elas aparecem flutuando nas fases, e não dentro de ovos.
Martelo: Principal item do game. Pegando um martelo, Meijin é capaz de lançar pequenos martelinhos que servem para matar os inimigos.
Skate: Pegando um Skate, Meijin começa a ir para frente sem parar. Não é possível andar para trás com o skate, apenas para frente, e isso deixa o game ainda mais radical e em certos casos mais complicado também. Você pode apertar para trás para brecar, mas não muda muita coisa.
Fada: É como se fosse uma estrelinha dos jogos do Mario. Ela permite a Meijin detonar os inimigos da fase apenas tocando neles. Quando pegar uma fada, não perca tempo e ande o mais rápido que você puder, com isso você concluirá a fase em bem menos tempo e correrá bem menos o risco de acabar sua estamina.
Peixe: Um peixe azul com cara de demônio que fica flutuando próximo de você, da mesma forma que a fada. Ele faz com que sua estamina seja gasta mais rápido, deixando o jogo mais difícil. Se você sabe onde tem um peixe desses, nunca o pegue, pois ele só dificultará sua vida.
Frutas: Recarregam sua estamina. Nunca deixe que ela se esgote, senão você morre. Sempre peque frutas, mas se por acaso deixar uma para trás, NÃO VOLTE PARA PEGÁ-LA, pois para frente vão ter mais frutas.

THE END
Prós: Jogo com bastante ação, aqui você definitivamente NÃO PODE ficar parado, se bobear morre! Os itens também são um ponto forte, são poucos itens mas tem só coisas úteis, nada de muita frescura. Cenários coloridos e fases em diferentes ambientes.
Contras: Jogabilidade escorregadia que exige prática, isso faz com que o game deixe de ser um "jogo para todos" e de certa forma se restrinja aos mais hardcore. As primeiras fases são fáceis, mas é depois que o bicho começa a pegar!
Considerações finais: Aqui está mais um bom jogo de plataforma pra você que está cansado de jogar Mario e Castlevania no Nintendinho. Adventure Island é um bom jogo e com certa prática, é possível pegar as manhas e progredir com sucesso no game. Vale a pena, pelo menos para experimentar.

3 comentários:

  1. Esse eu tinha no meu Polystation. Excelente jogo, porém bastante difícil.

    ResponderExcluir
  2. Eu costumava jogar esse quando era criança. Nunca consegui ir muito longe porque é muito difícil, mas eu adorava. É ótimo relembrar esse tempo.

    ResponderExcluir
  3. Um jogo bem difícil mesmo nunca fui muito longe cheguei jogar a versão do Game Boy mas não me lembro se cheguei a zerar.

    ResponderExcluir

O Point Games Brasil é um lugar para troca de ideias! Eu dou as minhas por meio dos posts, e você, por meio dos comentários. Sua opinião é muito importante, mas tenha maturidade e responsabilidade para expressá-la. Comentários maldosos, com mimimi ou xingando todo mundo não serão permitidos, portanto não seja um troll. Faça sua parte para manter a internet um lugar saudável a todos. Promova discussões e debates, critique, elogie, opine! Mas sempre com educação e respeito.